55 11 94815-4321 (Tim-WhatsApp) / 55 11 94627-8880 (Oi)

shutterstock_228657619Todo mundo se sente ansioso de vez em quando. Situações estressantes, como cumprimento de prazos apertados ou obrigações sociais importantes, muitas vezes nos fazem ficar nervosos ou com medo. Experimentar uma ansiedade leve pode ajudar uma pessoa a tornar-se mais alerta e focada no enfrentamento de circunstâncias desafiadoras ou ameaçadoras.

Mas os indivíduos que experimentam medo e preocupação extremos, que não desaparecem podem estar sofrendo de um transtorno de ansiedade. A freqüência e a intensidade da ansiedade podem ser esmagadoras e interferirem com o funcionamento diário. Felizmente, a maioria das pessoas com um transtorno de ansiedade melhora consideravelmente quando obtém tratamento psicológico eficaz.

Quais são os principais tipos de transtornos de ansiedade?

Existem vários tipos principais de transtornos de ansiedade, cada um com suas características próprias:

  • Pessoas com Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) têm medos ou preocupações recorrentes, tais como aqueles relacionados à saúde ou finanças, e muitas vezes têm uma sensação persistente de que algo ruim está prestes a acontecer. A razão para os sentimentos intensos de ansiedade pode ser difícil de identificar. Mas os medos e as preocupações são muito reais e muitas vezes interferem na concentração dos indivíduos em tarefas diárias.
  • O Transtorno do Pânico envolve sentimentos repentinos, intensos e não provocados de terror e pavor. As pessoas que sofrem deste transtorno geralmente desenvolvem medos intensos sobre quando e onde o próximo ataque de pânico irá ocorrer, e muitas vezes, como consequência disto, restringem suas atividades.
  • Um transtorno relacionado envolve fobias ou medos intensos de certos objetos ou situações. As Fobias Específicas podem envolver coisas como encontrar certos animais ou voar de avião, enquanto as Fobias Sociais envolvem medo de situações sociais ou locais públicos.
  • O Transtorno Obsessivo-Compulsivo é caracterizado por sentimentos ou pensamentos (obsessões) persistentes, incontroláveis ​​e indesejados e rotinas ou rituais (compulsões) em que os indivíduos se envolvem para tentar evitar ou livrar-se desses pensamentos. Exemplos de compulsões comuns incluem lavar as mãos ou limpar a casa excessivamente por medo de germes, ou verificar o trabalho repetidamente em busca de erros.
  • Alguém que sofre trauma físico ou emocional severo, tais como aqueles provenientes de catástrofe natural ou acidente grave ou crime, pode desenvolver o Transtorno de Estresse Pós-Traumático. Pensamentos, sentimentos e padrões de comportamento tornam-se gravemente afetados por lembranças do evento, às vezes meses ou mesmo anos após a experiência traumática.

Sintomas como medo extremo, falta de ar, palpitações cardíacas, insônia, náuseas, tremores e tonturas são comuns nesses transtornos de ansiedade. Embora eles possam ter início a qualquer momento, os transtornos de ansiedade geralmente vêm à tona na adolescência ou no início da idade adulta. Há alguma evidência de que os transtornos de ansiedade são herdados geneticamente; genes, assim como experiências de aprendizagem precoces no seio das famílias parecem tornar algumas pessoas mais susceptíveis do que outras ao desenvolvimento desses transtornos.

Por que é importante procurar tratamento para esses transtornos?

Se não tratados, os transtornos de ansiedade podem ter consequências graves. Por exemplo, algumas pessoas que sofrem de ataques de pânico recorrentes evitam qualquer situação que eles temam que possa desencadear um ataque. Tal comportamento de evitação pode criar problemas ao conflitar com exigências de trabalho, obrigações familiares ou outras atividades básicas da vida diária.

As pessoas que sofrem de um transtorno de ansiedade não tratado muitas vezes também sofrem de outros transtornos psicológicos, tais como Depressão, e eles têm uma maior tendência a abusar de álcool e outras drogas. Suas relações com os familiares, amigos e colegas de trabalho podem se tornar muito tensas. E seu desempenho no trabalho pode sofrer redução.

Existem tratamentos eficazes disponíveis para transtornos de ansiedade?

Com certeza. A maioria dos casos de transtorno de ansiedade pode ser tratada com sucesso por profissionais de saúde mental com formação adequada, tais como psicólogos licenciados. As pesquisas têm demonstrado que uma forma de psicoterapia conhecida como “Terapia Cognitivo-Comportamental” (TCC) pode ser altamente eficaz no tratamento de transtornos de ansiedade. Os psicólogos utilizam a TCC para ajudar as pessoas a identificar e aprender a gerenciar os fatores que contribuem para a sua ansiedade.

A Terapia Comportamental envolve o uso de técnicas para reduzir ou parar os comportamentos indesejados associados com esses transtornos. Por exemplo, uma abordagem envolve o treinamento de pacientes em técnicas de relaxamento e respiração profunda para reduzir a agitação e modificar o padrão respiratório rápido e superficial que acompanham certos transtornos de ansiedade.

Através da Terapia Cognitiva, os pacientes aprendem a entender como os seus pensamentos contribuem para os sintomas dos transtornos de ansiedade, e como mudar esses padrões de pensamento para reduzir a probabilidade de ocorrência e a intensidade da reação. A consciência cognitiva ampliada do paciente é muitas vezes combinada com técnicas comportamentais para ajudar o indivíduo a gradualmente enfrentar e tolerar situações de medo em um ambiente seguro e controlado.

Juntamente com a psicoterapia, medicamentos apropriados podem fazer parte do tratamento. Nos casos em que são utilizados medicamentos, os cuidados do paciente podem ser gerenciados de forma colaborativa por mais de um provedor de tratamento. É importante que os pacientes percebam que existem efeitos colaterais para qualquer tipo de droga, que devem ser monitorados de perto pelo provedor de tratamento que prescreveu a medicação.

Como psicólogos licenciados podem ajudar alguém que sofre de um transtorno de ansiedade?

Psicólogos licenciados são altamente treinados e qualificados para diagnosticar e tratar pessoas com transtornos de ansiedade, utilizando técnicas baseadas nas melhores pesquisas disponíveis. A extensa formação dos psicólogos inclui o entendimento e a utilização de uma variedade de psicoterapias, incluindo TCC.

Os psicólogos, por vezes, utilizam outras abordagens para realizarem um tratamento eficaz, além de psicoterapia individual. A psicoterapia de grupo, tipicamente envolvendo indivíduos não aparentados que tenham transtornos de ansiedade, pode ser uma abordagem eficaz para a realização do tratamento e oferta de apoio. Além disso, a psicoterapia familiar pode ajudar os familiares a compreender melhor a ansiedade de seu ente querido e aprender novas formas de interagir que não reforcem a ansiedade e os comportamentos disfuncionais associados.

Indivíduos que sofrem de transtornos de ansiedade também podem procurar ajuda em clínicas de saúde mental ou outros programas de tratamento especializado que lidam com transtornos de ansiedade específicos, como pânico ou fobias, que podem estar disponíveis na região em que moram.

Quanto tempo dura o tratamento psicológico?

A grande maioria das pessoas que sofre de um transtorno de ansiedade é capaz de reduzir ou eliminar seus sintomas de ansiedade e retornar ao seu funcionamento normal após vários meses de psicoterapia adequada. De fato, muitas pessoas notam melhora dos sintomas e funcionamento com algumas poucas sessões de tratamento. O paciente deve se sentir confortável com o psicoterapeuta desde o início. Juntos, o paciente e o psicoterapeuta devem desenvolver um plano de tratamento adequado. A cooperação do paciente é fundamental e deve haver um forte sentimento de que o paciente e o terapeuta estão colaborando como em um trabalho em equipe para tratar o transtorno de ansiedade.

Nenhum plano funciona bem para todos os pacientes. O tratamento precisa ser adaptado às necessidades do paciente e ao(s) tipo(s) de transtorno do(s) qual(is) o indivíduo sofre. O psicoterapeuta e o paciente devem trabalhar em conjunto para avaliar se um plano de tratamento parece estar ou não no caminho mais adequado. Os pacientes respondem de forma diferente ao tratamento e ajustes ao plano, por vezes, são necessários. Os transtornos de ansiedade podem prejudicar gravemente o funcionamento de uma pessoa em seus ambientes de trabalho, familiar e social. Mas as perspectivas de recuperação a longo prazo são boas para a maioria das pessoas que procuram tratamento profissional adequado. As pessoas que sofrem de transtornos de ansiedade podem trabalhar junto com um profissional de saúde mental qualificado e experiente, como um psicólogo licenciado, para ajudá-las a recuperar o controle de seus sentimentos e pensamentos – e suas vidas.

Esta é uma tradução livre, realizada pelo Psicólogo Alexandro Paiva, com cunho exclusivamente pedagógico, do texto original, que foi extraído do website da American Psychological Association (APA). Website: http://www.apa.org/helpcenter/anxiety-treatment.aspx. Acesso em 10/11/14.

%d blogueiros gostam disto: