55 11 94815-4321 (Tim-WhatsApp) / 55 11 94627-8880 (Oi)

shutterstock_173296196Introdução

Você já se sentiu muito sobrecarregado para lidar com seus problemas? Se assim for, você não está sozinho.

De acordo com o National Institute of Mental Health, mais de um quarto dos adultos americanos sofrem de depressão, ansiedade ou outro transtorno mental em um determinado ano. Outros precisam de ajuda para lidar com uma doença grave, perder peso ou parar de fumar. Outros ainda lutam para lidar com problemas de relacionamento, perda de emprego, a morte de um ente querido, estresse, abuso de substâncias ou outras questões. E esses problemas muitas vezes podem se tornar debilitantes.

O que é psicoterapia?

Um psicólogo pode ajudá-lo(a) a solucionar tais problemas. Através da psicoterapia, psicólogos ajudam pessoas de todas as idades a viverem vidas mais felizes, mais saudáveis ​​e mais produtivas.

Na psicoterapia, psicólogos aplicam procedimentos validados cientificamente para ajudar as pessoas a desenvolverem hábitos mais saudáveis, mais eficazes. Existem várias abordagens para a psicoterapia – incluindo a cognitivo-comportamental, a interpessoal e outros tipos de terapia da fala – que ajudam os indivíduos a resolverem seus problemas.

A psicoterapia é um tratamento colaborativo baseado na relação entre um indivíduo e um psicólogo. Fundamentada no diálogo, ela fornece um ambiente de apoio que lhe permite falar abertamente com alguém que é objetivo, neutro e imparcial. Você e seu psicólogo irão trabalhar em conjunto para identificar e mudar os padrões de pensamento e comportamento que o impedem de se sentir no seu melhor.

Ao final do processo, você não só vai ter resolvido o problema que o trouxe ao consultório, mas também você terá aprendido novas habilidades para que possa lidar melhor com quaisquer desafios que possam surgir no futuro.

Quando você deve considerar a psicoterapia?

Por causa dos muitos equívocos sobre psicoterapia, você pode estar relutante em experimentá-la. Mesmo que você conheça a realidade, em vez dos mitos, você pode se sentir nervoso para tentar isso sozinho.

Superar esse nervosismo vale a pena. Isso porque a qualquer momento em que sua qualidade de vida não esteja sendo aquilo que você gostaria que fosse, a psicoterapia pode ajudar.

Algumas pessoas procuram a psicoterapia porque se sentiram deprimidas, ansiosas ou irritadas por um longo tempo. Outras podem querer ajuda para uma doença crônica que está interferindo em seu bem-estar emocional ou físico. Outras ainda podem ter problemas de curto prazo e precisam de ajuda para lidar com eles. Elas podem estar passando por um divórcio, enfrentando um ninho vazio, sentindo-se oprimidas por um novo emprego ou lamentando a morte de um membro da família, por exemplo.

Sinais de que você poderia se beneficiar da terapia incluem:

  • Você sente uma enorme e prolongada sensação de desamparo e tristeza.
  • Seus problemas não parecem melhorar, apesar de seus esforços e ajuda de familiares e amigos.
  • Você acha difícil se concentrar em tarefas de trabalho ou realizar outras atividades diárias.
  • Você se preocupa excessivamente, esperar o pior ou está constantemente no limite.
  • Suas ações, tais como beber muito álcool, usar drogas ou ser agressivo, estão prejudicando você ou outras pessoas.

Quais são os diferentes tipos de psicoterapia?

Existem muitas abordagens diferentes em psicoterapia. Psicólogos geralmente recorrem a uma ou mais delas. Cada perspectiva teórica funciona como um roteiro para ajudar o psicólogo a entender seus clientes e seus problemas e desenvolver soluções.

O tipo de tratamento que você recebe irá depender de uma série de fatores: a pesquisa psicológica atual, a orientação teórica de seu psicólogo e o que funciona melhor para sua situação.

A perspectiva teórica de seu psicólogo vai afetar o que acontece em seu consultório. Os psicólogos que usam a Terapia Cognitivo-Comportamental, por exemplo, têm uma abordagem prática para o tratamento. Seu psicólogo pode lhe pedir para resolver determinadas tarefas concebidas para ajudá-lo (a) a desenvolver habilidades de enfrentamento mais eficazes. Esta abordagem geralmente envolve tarefas de casa. Seu psicólogo pode pedir-lhe para reunir mais informações, como registrar suas reações a uma situação particular, quando elas ocorrem. Ou seu psicólogo pode querer que você pratique novas habilidades entre as sessões, tais como pedir a alguém com uma fobia de elevador para que pratique apertar botões do elevador. Você também pode ter tarefas de leitura para que você possa aprender mais sobre um determinado tópico.

Em contraste, as abordagens psicanalíticas e humanistas geralmente se concentram mais em falar do que fazer. Você pode, durante suas sessões, discutir experiências relativas às fases iniciais de sua vida para ajudar você e seu psicólogo a compreender melhor as causas de seus problemas atuais.

Seu psicólogo pode combinar elementos de vários estilos de psicoterapia. Na verdade, a maioria dos terapeutas não se prende a qualquer uma das abordagens. Em vez disso, eles misturam elementos de diferentes abordagens e planejam o seu tratamento de acordo com as necessidades de cada cliente.

A coisa mais importante de ser sabida é se o seu psicólogo tem experiência na área que você precisa de ajuda e se seu psicólogo sente que pode ajudá-lo(a).

Esta é uma tradução livre, realizada pelo Psicólogo Alexandro Paiva, com cunho exclusivamente pedagógico, da introdução do texto original, que foi extraído do website da American Psychological Association (APA). Website: http://www.apa.org/helpcenter/understanding-psychotherapy.aspx. Acesso em 08/11/14.

%d blogueiros gostam disto: